top of page
Buscar

Coletor Menstrual

O coletor menstrual foi criado em 1937 pela atriz norte-americana Leon W. Chalmers, é feito

de silicone, possui um formato de taça, tem cerca de 7 cm de altura e 4 cm de diâmetro, é

colocado dentro da vagina com a finalidade de captar o sangue menstrual.



O coletor não absorve o sangue como os absorventes íntimos, por isso, periodicamente ele deve ser retirado, removido todo o sangue captado pelo produto e higienizado. A maioria dos coletores menstruais não é descartável e segundo alguns fabricantes podem durar até 10 anos.


Para inserir o coletor, a mulher deve higienizar as mãos e procurar uma posição confortável para inserção do produto. Após a inserção cria uma espécie de vácuo que ajuda a impedir possíveis vazamentos do sangue menstrual.


Para retirar o coletor, a mulher deve higienizar as mãos, introduzir os dedos indicador e polegar dentro da vagina e apertar a base do coletor a fim de acabar com o vácuo formado e puxar o produto pela haste.


Toda vez que retirar, o coletor deve ser higienizado com água e sabão neutro e ao fim de cada

ciclo deve-se lavar e ferver o coletor por 5 a 8 minutos antes de guardá-lo em local adequado.

As vantagens do coletor é economia a longo prazo, autonomia porque os coletores só precisam ser retirados e esvaziados a cada 12 horas, conforto porque não ressecam a vagina e nem alteram a flora vaginal como os absorventes íntimos e não causam alergias como os absorventes externos, sustentabilidade porque são reutilizáveis.


As desvantagens do coletor é má adaptação porque algumas mulheres se sentem incomodadas e o contato com o sangue, para algumas usuárias o uso do coletor menstrual é um desafio porque aumenta o contato com sangue menstrual, afinal é preciso esvaziar o coletor a cada 12 horas.

Comments


bottom of page