top of page
Buscar

Implantes Hormonais

Implantes hormonais são pequenos bastonetes, aplicados sob a pele, com anestesia local, na região hipodérmica (gordura profunda). Após uma semana da inserção, o organismo cria uma rede de vasos em torno desse implante, que vai liberando hormônios de maneira constante, reproduzindo níveis séricos de hormônios consistentes e estáveis.



Nas mulheres, os implantes são inseridos na região dorsal, geralmente na marca do biquíni e, nos homens, na região do flanco. É um procedimento médico simples que envolve técnica específica no consultório.


Existem implantes bioabsorvíveis que são em forma de pellets, totalmente absorvíveis pelo corpo humano e outros não absorvíveis feitos de silicone e requerem sua substituição após algum tempo.

Os implantes carregam hormônios que podem variar entre Testosterona, Estradiol, Progesterona, Gestrinona, entre outros.


Os implantes são compostos de hormônios bioidênticos ou isomoleculares, que, segundo a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, são “substâncias hormonais que possuemmesma estrutura química e molecular encontrada nos hormônios produzidos no corpo humano”.


Os implantes hormonais são indicados para tratamento de insuficiência androgênica na mulher, de insuficiência androgênica no homem, de disfunção sexual em ambos os sexos, de adenomiose, de endometriose, de tensão pré-menstrual, de miomas, de mastalgia, de sintomas climatéricos e de várias outras patologias. As vantagens dos implantes hormonais são:


  • Liberação estável de hormônios;

  • Livre de incômodos diários (não precisa lembrar-se de aplicar gel ou tomar medicação);

  • Mínimo ganho de peso;

  • Melhor método para aumentar a densidade óssea em mulheres no climatério;

  • Não há evidências científicas que aumentam as chances de câncer de mama;

  • Não passam pelo fígado;

  • Não aumentam o risco de trombose e não afetam os fatores de coagulação;

  • O implante de Estradiol melhora o perfil lipídico e cardíaco.


Alguns implantes ficaram conhecidos como chip da beleza, que, na verdade não têm nada de mágico. Isso ocorreu porque algumas mulheres que fizeram uso dos implantes de Gestrinona para contracepção ou no tratamento de endometriose, tiveram perda da massa gorda, ganho de massa magra, redução de peso e maior rendimento na academia como efeito colateral da substância.


Entretanto, esses implantes têm efeitos colaterais indesejáveis como acne, aumento de pelos, engrossamento da voz e hipertrofia de clitóris, que geralmente não são reversíveis.


A reposição hormonal em forma de implantes é excelente opção de tratamento tanto para mulheres quanto para homens, desde que seja feita de maneira correta, por profissional experiente.

Comentarios


bottom of page